Hoje vamos entender um pouco mais sobre o comportamento canino e o que faz eles brigarem, mesmo quando são parceiros e moram juntos. Afinal, como você sabe, cães são animais. E animais possuem instintos. Instintos estes que muitas vezes pendem para o lado mais selvagem, algo natural. Mas é claro que não podemos deixar algumas situações saírem do controle. Tampouco, criar artifícios para que elas aconteçam.

Entenda tudo a partir de agora.

 

Briga de Cachorro – Por que acontece?

Uma briga de cachorro (independente da raça, tamanho ou comportamento) sempre ocorre por algum motivo. E este motivo pode estar relacionado com uma série de fatores. Inclusive, pode não ser apenas um, mas sim, uma série de motivações que fazem dois ou mais cães brigarem.

E alguns dos motivos para isso, podem ser:

  • Disputa por alimento;
  • Ciúmes por brinquedos pelo chão;
  • Disputa de hierarquia na família;
  • Ciúmes do tutor;
  • Invasão do espaço alheio;

Vejamos cada um deles de forma detalhada, a partir de agora. Acompanhe.

A disputa por alimento é um dos motivos mais claros para uma briga de cachorro. Não há muito o que fazer quando dois animais estão disputando um prato de comida. E para concluir isso, basta analisarmos o comportamento dos animais na selva. Este tipo de briga é muito comum.

Mas é claro que quando o assunto é nossos cãezinhos, não queremos que eles se encrenquem por conta de ração, não é mesmo? Seja uma alimentação natural para cães, uma tigela de ração ou mesmo um biscoito canino para adestramento, é fundamental que eles comam de forma a não interferir um na comida do outro.

Ciúmes por brinquedos pelo chão

Outro fator que determina quando um cão vai brigar ou não com o outro, é a “luta” por brinquedos. Alguns animais são muito possessivos e não querem dividir o brinquedo com nada nem ninguém.  quando isso acontece, eles podem realmente se sentir no direito de brigar. Principalmente se você está tentando acostumar dois cães juntos, é importante se atentar para esta situação. Tente entregar brinquedos diferentes para cada um deles e de preferência, longe um do outro.

Disputa de hierarquia na família

A disputa por hierarquia na família é outro motivo que faz os cães brigarem. Quando um sente que está em uma posição e, de uma hora para outra, percebe que outro cão está tomando este lugar, pode sim ocorrer uma briga de cachorro. Por isso, é importante encontrar um ponto de equilíbrio entre o convívio de seus pets. Não deixe que nenhum deles “entenda” que possui mais hierarquia que o outro.

Ciúmes do tutor

Certamente você já viu ou ouviu falar de cães ciumentos, não é mesmo? Pois bem, isto acontece por diversos motivos. É claro que isso até parece “romântico”, mas a verdade é que quando um cão é ciumento, ele não possui uma qualidade de vida digna: ele fica estressado, angustiado, triste e, eventualmente, pode até mesmo provocar ou se envolver em uma briga canina.

Aqui recomendamos: não deixe o cão “se apoderar” de você. Por mais que pareça fofo, saiba que este comportamento pode ter resultados negativos de convívio no médio e longo prazo. Cuide do seu pet de forma responsável!

Invasão do espaço alheio

A invasão do espaço alheio é também uma das motivações mais constantes para briga de cachorro. Se você possui dois animais de estimação em casa, eles poderão brigar para “decidir” quem é dono de determinado espaço. Então, deixe os animais em ambientes separados: cada um precisa ter sua cama, sua tigela de ração, seus brinquedos, etc.

Porém, claro, é preciso também fazer um adestramento canino para que os cães saibam conviver, ok?

Como intervir em uma briga de cachorro?

Até aqui, entendemos os principais motivos das brigas de cachorro. Mas, o que fazer quando presenciarmos uma dentro de casa, entre nossos amados pets? Antes de mais nada, é importante entender que a briga é uma forma de mostrar superioridade. Logo, eles poderão realmente se machucar com aquilo. E intervir de forma errada, você poderá fazê-los se machucar ainda mais e acabar se machucando também.

Recomendamos que você faça o seguinte para que possa lidar com a situação de forma mais ordenada:

Não tente separar com uso de força

Usar a força não é indicado. Jamais tente separar dois cães brigando com o uso de sua força ou até mesmo com o uso de violência. Isto não vai ajudar. Pelo contrário, poderá piorar e os cães poderão se machucar ainda mais. Respeitar a força e a “raiva” canina, então, é o primeiro passo. E se eles forem cães agressivos por natureza e convívio, é preciso dedicar ainda mais atenção.

Utilize artifícios de distração

Distrair os cães pode ajudar. Então, utilize elementos que possam fazer os cachorros despertarem o interesse para outra situação. Por exemplo, bater palmas ou provocar ruídos altos. Isto é algo que pode fazer com que os cães “esqueçam” da briga e parem para prestar atenção no ruído.

Borrifadas de água podem ajudar

E por fim, você ainda pode tentar pequenas borrifadas de água, de longe. Este método faz com que os cães também se distraiam e, de alguma forma, parem de brigar entre si. Porém, faça isso de forma responsável: pouca água basta para que eles parem o que estão fazendo para “lidar” com as borrifadas.

Fonte: https://www.portaldodog.com.br/cachorros/convivencia/briga-de-cachorro